SAMU entra em alerta por falta de combustível em ambulâncias

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste (CIS-URG) informa que em consequência da greve dos caminhoneiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) se encontra em estado de alerta.

As ambulâncias da região estão com estoque reduzido de combustível. O Consórcio, por meio de seu Secretário Executivo, José Marcio Zanardi, esclarece ainda, que tem procurado alternativas para o abastecimento das ambulâncias como negociações com os municípios e com o Governo do Estado para que emprestem combustível, em caso de disponibilidade, uma vez que já não há combustíveis nos postos credenciados pelo Consórcio e outros na região.

Como medida de contenção, as ocorrências de código verde serão atendidos pelo Corpo de Bombeiros, o que já foi alinhado com a corporação, estando o SAMU disponível para atender os casos de código vermelho e amarelo. Nos municípios onde não há viaturas dos bombeiros, o atendimento continua normal até que haja combustível.

Sobre as transferências inter-hospitalares, elas serão feitas somente com segurança de abastecimento no deslocamento e retorno da unidade à base. “Alertamos a toda população que pode, em caso de necessidade, continuar ligando ao 192, onde os médicos reguladores saberão orientar os solicitantes e dependendo do caso, despachar a ambulância”, disse José Marcio Zanardi.

Divinópolis

Sobre Divinópolis, o secretário de saúde Amarildo de Souza informou às 12h30 de hoje, que emprestará cerca de mil litros de diesel para o CIS-URG, o que deve ser suficiente para manter o atendimento nos próximos dias. “Agradecemos a parceria da Secretaria de Saúde de Divinópolis quanto ao empréstimo do combustível e reforçamos que estamos fazendo essa mesma tentativa com os demais municípios onde temos bases descentralizadas”, disse o secretário.

Informações adicionais

O SAMU conta hoje com uma frota composta por 31 ambulâncias rodando na região e mais quatro reservas que são usadas para substituição em caso de necessidade. Essas unidades consomem por mês, cerca de 15 mil litros de combustível e rodam em média 100 mil quilômetros. 

28 de maio de 2018