Um atendimento especial e muito marcante!

Era madrugada do dia 22 de novembro de 2018, quando Fernanda, como ela mesmo conta, foi acordada pela dor do parto. Logo após do anúncio para os familiares que estava “para ganhar”, a decisão de ligar para o SAMU. Às 05:53 a central de regulação em Divinópolis recebeu a ligação e enviou para o local a Unidade de Suporte Básico (USB) da base da UPA, onde estavam de plantão o Condutor Socorrista, Cláudio Caboclo e a Técnica de enfermagem, Adriana Dias.

Quando chegaram ao local, treze minutos após receberem a ocorrência no tablet para atendimento de uma gestante com 39 semanas e em trabalho de parto, encontraram a paciente tranquila e com a bolsa rota (como tecnicamente especialistas chamam o que acontece quando uma das membranas que envolve o bebê dentro da barriga da mãe se rompe). Muito líquido próximo à Fernanda e quando técnica do SAMU a examinou, o bebê já estava “coroando”, um dos sinais do trabalho de parto. Não daria tempo para chegar ao hospital, então a equipe melhor posicionou a paciente no sofá, solicitou o apoio da Unidade de Suporte Avançado (USA) de Divinópolis, o condutor socorrista buscou o kit parto na ambulância, pediu para que alguns vizinhos que acompanhavam o atendimento se afastassem e apoiou sua companheira de equipe no nascimento do pequeno Davi.

“Foi tudo muito rápido, não daria tempo de chegarmos ao hospital, então agimos para propiciar um momento tranquilo para Fernanda e deu certo. O bebê nasceu bem, fizemos a avaliação inicial, clampeagem, corte do cordão umbilical, o envolvemos na manta térmica. Quando a equipe da USA composta pelo Condutor Carlos Teles, pela enfermeira Rosana e pelo médico Luiz Magalhães chegou, reavaliou os dois e os encaminhamos para o Complexo de Saúde São João de Deus para atendimentos secundários. O bebê foi com a equipe da USA e a mãe foi encaminhada pela USB. Foi um atendimento muito marcante!”, recordam emocionados os socorristas.

O tempo passou, Adriana e Cláudio sempre acompanhando com muito carinho e consideração o crescimento garotinho muito esperto que ajudaram chegar nesse mundo. No último sábado, dia 23 de novembro de 2019, a família fez uma festinha para comemorar o primeiro aninho de Davi. A equipe resolveu fazer uma visita para levar alguns presentinhos, dar um abraço e relembrar o quanto foi desafiador, marcante e gratificante aquele atendimento. Foram recebidos com muita alegria pelos familiares e ficaram muito contentes com o reencontro.

O condutor Cláudio entregou uma blusinha, quando Fernanda viu que era do SAMU pulou de alegria, mostrou com muito entusiasmo aos familiares e fez questão de vestir em Davi. Adriana levou um carrinho e com muito carinho ajudou o aniversariante desembrulhar. Foi uma rápida visita, mas que deixou ainda mais marcas positivas nessa amizade que surgiu.
“Davi é o meu terceiro filho e foi uma experiência nova. Eu não esperava tê-lo em casa. Dois dias antes do nascimento dele estive no hospital, mas como não teve evolução na dilatação a médica me mandou para casa, isso era numa terça-feira. Na quarta eu dei uma super faxina aqui onde moro, mesmo com o barrigão e na quinta de madrugada fui acordada com a dor do parto, daquele jeito! Senti muita dor, mas rapidinho a equipe chegou e graças a Deus deu tudo certo. Fomos muito bem cuidados pela Adriana e pelo Cláudio, Davi está aí cheio de saúde e comemorando seu primeiro aninho”, conta Fernanda, com muita satisfação.

25 de novembro de 2019